sábado, 6 de janeiro de 2018

Retrospectiva 2017

Fala galera, blz?

Na parte financeira, só tenho a agradecer. Considero que terminei o ano muito bem, conforme o post de fechamento de dezembro.

Foi a primeira coisa q lembrei, hehehe
A meta inicial de aportes era de R$ 18.000/ano, mas em junho já havia ultrapassado esse valor. Lá na página de metas eu postei que a nova meta ficou em R$ 30.000, mas em outubro já tinha conseguido esse valor (confira aqui), porém fiquei bem quietinho, já que saberia que em breve eu precisaria efetuar uns saques pra ajudar um parente (o que aconteceu em novembro, como vocês puderam conferir aqui) - e o que me surpreendeu foram os comentários positivos da galera, excepcional.
Encerrado o ano, consegui aportar exatos R$ 36.140,04, ou seja, dobrei a meta, hahaha...

A minha taxa de poupança foi de 38,21% dos valores líquidos de salários recebidos em 2017 (ou seja,  excetua-se a restituição do IRPF, a qual aportei toda na previdência privada, mas não incluí como "valores recebidos" antes de calcular o percentual).

Nesse ano, já coloquei uma meta mais puxada, de R$ 30.000, contando com um extra que receberei e com uma possível viagem. Nesse ano a meta é mais desafiadora, já que continuo sem qualquer reajuste salarial (o que já vai pra 5 anos).

Tinha também como meta incrementar meu patrimônio em R$ 50.000, mas esse incremento foi de quase R$ 72.200, e, por consequência superei os R$ 277.000,00 que era a meta inicial.
Pra esse ano não coloquei uma meta de valor pra encerrar o ano, mas fiz uma projeção, confira lá no post das metas de 2018 (=

Os proventos médios de R$ 500/mês também não atingi. Consegui o total de R$ 5.470,29, o que significa uma média mensal de R$ 455,86 (os detalhes podem ser conferidos aqui, na página de dividendos).
E sinceramente, será difícil conseguir esse ano (pela maneira que calculo, ou seja, JSCP, Dividendos, Aluguéis de FII, Cupons do TD - que não tenho mais TD com cupom semestral - e só). Ainda assim, considero que fui muito bem, já que passei a investir em ações e diminui o foco nos FII, que são meus maiores geradores de renda passiva recorrente neste momento.

Andei repensando: gosto muito dos FII e não vou deixar-los, mas vou continuar aumentando minha exposição às ações e, talvez, no meio do ano comece algo fora do país também, vamos ver.

Na parte de estudos, tudo caminhou razoavelmente bem, até que no final do ano tive um problema com a plataforma que acesso, mas que já foi resolvido. Acabei tirando aquelas 2 semanas de folgas foças e essa semana de folga deliberada. Agora em janeiro eu ajusto isso e já tenho planilhado a quantidade de horas de estudo por semana que preciso cumprir. Só estou adequando meu planejamento, pois ele não está prevendo alguns eventos que tenho, nem as férias que eu vou tirar realmente. 2018 será o último ano com férias de estudos (de mais de 10 dias no ano) antes da minha aprovação. 2019 o foco será muito maior, mas estarei entrando em um outro nível, onde faz mais sentido dispensar mais energia e menos sentido ficar 2 semanas inteiras sem estudar.

O desempenho no trabalho, posso considerar que anda OK, mas não como antes. A mudança na chefia fez com que a burocracia aumentasse, diminuindo nosso "tempo de resposta", que era excelente, para algo aceitável e (pra mim) quase desesperador. Não aguento ver os "processos" (vamos chamar assim, porque uma vez q deu entrada numa repartição pública, há vários trâmites para qualquer que seja a demanda) tanto tempo sem dar uma resposta efetiva. Gosto de ver o serviço fluindo rápido e com qualidade.
Na parte boa, a equipe está em vias de ser "remodelada", ou seja, terei q treinar algumas pessoas, o que gasta muita energia e tempo, mas se estas ficarem boas nas funções, o serviço voltará a fluir bem.

Eu, entre janeiro e novembro.
Na parte pessoal, consegui treinar bastante quase sempre, excetuando-se agosto e o começo de setembro, em razão de demandas externas e da minha falta de um plano B - em tempo, para corrigir isso, estou adotando outra estratégia, que me permite treinar, mesmo quando meu planejamento der errado, vai aumentar meu custo total de R$ 65 para R$ 99/mês, mas o ganho em saúde e condicionamento físico valem a pena.
Levar marmita para o trabalho virou algo sagrado. Contratei um especialista em treinamento e dieta. Consultoria online, mas pra mim tem funcionado. Pago cerca de R$ 170/mês, mas tenho visto os resultados. Isso importa. E como não como fora outras vezes, meu custo mesmo acaba sendo de uns R$ 100 a 120/mês.
Bem, quanto a reduzir o peso, entre janeiro e novembro o meme ao lado explica. Mas seguindo a dieta em 85% do tempo consegui emagrecer, mesmo entre a semana do natal e o dia 02 de janeiro. E ainda estou ganhando um pouquinho de volume muscular (pouco mesmo, continuo gordinho e frango).

Quanto aos relacionamentos, não iria nem comentar, mas como a galera tem gostado do assunto, retomei o romance com a primeira médica, pois o lance com ela foi mais intenso, rolou um sentimento diferenciado e tal, embora o pouco tempo que convivi com a segunda tenha sido mais fácil (talvez por ter menos sentimento ?!). Bem, agora estamos indo com mais calma e parece que os momentos que passamos juntos estão mais divertidos. Acredito que no dia-a-dia isso faça muita diferença, além do fato dela ser mais carinhosa... Vejamos o que o futuro nos reserva.
E isso significa que abandonei novamente os app de relacionamentos.

Fora isso, creio que foi um ano bom, já que venho desenvolvendo também minha parte espiritual, conseguindo me manter um pouco mais zen (adoro o deboísmo), em especial no trânsito.
No caminho pro trabalho escuto vários vídeos interessantes (outros nem tanto kkk), mas num deles teve uma frase que o Cortella citou, que me marcou muito, achei deveras interessante, salvo engano é de Sartre, que diz mais ou menos assim: "Não importa o que a vida fez de você. Importa é o que você fez com o que a vida fez de você". Gosto muito, porque esta frase nos chama a sairão da condição de expectadores da nossa vida e assumirmos nosso papel de "guia", de responsável, ou de qualquer outro nome que você queira dar.

É isso galera! Abraços a todos e muito, mas muito obrigado mesmo pela contribuição de vocês, sem os quais estou certo de que não teria alcançado tão bons resultados. Sucesso!

18 comentários:

  1. Muito legal esse seu relato com um resumão do ano Funcionário, acho que essa é uma das melhores partes de ter um blog, poder olhar pra trás e ver o que foi feito, metas estabelecidas, projeções, etc. Também gosto de ler bastante sobre a parte pessoal dos blogs, hobbies, hábitos, relaciomentos, afinal, sempre temos algo a aprender com outras pessoas (prinicipalmente com as bem sucedidas).

    Parabéns pelo excelente aumento de patrimônio em 2017, e que 2018 seja ainda melhor, tanto nas financas quanto na vida pessoal!

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado JP.
      Também gosto muito de ler essa parte dos blogs, acho bastante interessante :D

      Obrigado pelos votos. Que tudo corra bem pra vc também :D
      Abc

      Excluir
  2. Muito bom! É emocionante quando temos um crescimento robusto bem ao estilo chinês! kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso ai Sr. Bufunfa.
      Assim espero que continue por muito tempo hehehe

      Abc

      Excluir
  3. Que beleza FPI! metas bem ao estilo Dilmãe!

    Agora que venha 2018! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uhasuhas é isso ai II,
      pra esse ano fui bastante realista.
      Até já coloquei na conta um dinheiro extra a receber.

      Abc

      Excluir
  4. Parabéns FPI pelas metas atingidas. Que 2018 seja melhor.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Cowboy.
      Ainda quero chegar próximo à sua capacidade de aporte hehehe...
      Abc meu caro

      Excluir
  5. Parabens pelo excelente ano FPI e que 2018 seja mto melhor!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. isso ai, além do $$$ investir em saúde é bom !

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelas metas que venha 2018 e novos desafios.

    Travar as metas eh importante FPI mas olhar pra traz e ver as conquistas também faz parte.

    Ps. Tá faltando um pezinho aí nas stocks americanas hein tu já está muito diversificado por aqui no br

    Ps2. Coloca aí o podcast pra ir escutando no trânsito, a voz é chata e o apresentador fraco mas da algumas infos boas la as vezes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é VdD, to querendo mesmo colocar um $$ no exterior, mas por hora ainda pairam algumas dúvidas sobre a viabilidade (frente a minha diminuta capacidade de aporte, que na realidade é de cerca de 20 a 24K temers/ano);

      Já escuto uns podcasts no trânsito :D
      hehehe


      Abc

      Excluir