terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Atualização do Patrimônio Financeiro - Novembro de 2018: R$ 354.853,30 ou (+2,01%)

Finalmente parece que as coisas estão voltado ao prumo, já que estou conseguindo postar dentro do prazo e estou conseguindo responder pra vocês.

Sinceramente não sei o que havia acontecido, mas simplesmente estava impossível logar no meu PC. Parece que era problema com o meu sistema operacional, ou os cookies do navegador, mas por hora tudo certo :D

Bora pra mais uma atualização!

Rentabilidade mensal: +1,76%
Variação patrimonial: R$ 7.007,93
Aporte mensal: R$ 882,00

Rentabilidade por investimento:
Poupança Tesouro Renda Fixa Fundos FII Ações Colchão Previdência
0,37% 1,65% 0,82% 8,31% 1,52% 3,39% 0,42% 1,36%

Investimentos: esse mês fiz uma compra de SNSL3 (50), conforme indicado aqui, em sua maioria com os proventos recebidos no mês (que novamente foram de 4 dígitos, conforme comentei no post anterior). Outra parte do pequeno aporte foi para previdência privada.
Já me perguntaram outras vezes e o Bipolar reforçou no último post um pedido de explicações sobre como faço com meus investimentos na previdência privada. Estou preparando um post e até dia 18/12 sai, com certeza. Então guardem uns trocados que entenderão a minha lógica.
Apenas um breve spoiler: não busco restituir o maior valor possível. Uso uma "relação custo x benefício" que parece vantajosa para mim.

Rompida a barreira dos 350k. Vamos torcer para que finalize o ano acima deste valor, que era um dos desejos traçados no ano passado
Alocação de Ativos: por hora, seguindo as mesmas métricas, que novamente devem se alterar para 2019, mas, enquanto não chegam essas alterações, vejam como estão alocados os recursos:

No próximo ano pretendo sair da casa dos meus parentes e ir morar no "meu" cantinho (alugado, claro!), minhas despesas devem aumentar um pouco e acho sensato aumentar um pouco o colchão de segurança (casa sempre dá despesa):

1) penso que deixar a minha reserva em algo próximo de R$ 12 - 15k e, quem sabe em 2020, aumentar um pouquinho mais, para uns R$ 20k, o que já me traria bastante segurança.

2) também quero aumentar a alocação na poupança, pra 2 ou 3k, pois ela é minha primeira "reserva de emergências", facilitando minha gestão no dia a dia e está sempre disponível, bastando que eu passe no débito a despesa, seja sábado, domingo ou feriado;

3) pretendo também ir migrando alguns investimentos da renda fixa (exceto Tesouro Direto) para renda variável, mas somente quando forem vencendo ;)

Proventos: como podem acompanhar na página de "dividendos", agora em novembro foram recebidos R$ 1.126,01 de ações e FII (não contabilizo neste ponto os ganhos com os juros da poupança, do colchão de segurança, dos títulos de renda fixa, nem o aumento do valor do TD).
No ano, já são quase R$ 8k :D

Metas:

2 posts ao menos - não OK
estudos - retomando :D
20 treinos (mínimo) - OK
Aporte (total e parcial)  - OK
Referência da carteira - OK
Proventos anuais: R$ 7.861,26 dos R$ 6.000,00 desejados (11/12 do período e 131,02% do esperado)


É isso ai galera,
obrigado a todos pela compreensão e #PartiuFérias !

8 comentários:

  1. Bom acumulo de patrimônio.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  2. Legal FPI, o meu colchão de segurança eu nem contabilizo no acompanhamento do patrimônio para facilitar a vida nos controles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda preciso chegar nesse nível Surfista.
      Acredito que você tenha razão neste aspecto!
      Abc

      Excluir
  3. Olá funcionário público como renda passiva contabilizo dividendos de ações, juros semestrais do tesouro direto e rendimentos de fundos imobiliários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Beto, Estão ótimos os posts no seu blog cara.
      Agora já tô podendo comentar novamente hehehe.
      Calculo da mesma forma que você, mas vendi meus tesouros c cupons semestrais.

      Abc

      Excluir
  4. Fala FPI! Muito bom que você está no rumo, tomara que seu provento anual seja mensal! Um abraço, amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim Espero, caro Paul.
      Infelizmente isso ainda vai demorar um pouquinho, mas é sempre assim com os juros compostos.
      Abraço e sucesso!

      Excluir