Metas

Havia definido um plano de metas para o final do ano passado e para o comecinho desse ano e, bem... foi uma catástrofe 😭:

  • Meta financeira: encerrar o ano de 2016 com R$ 220.000,00 investidos - OK 
  • Metas de estudos: 
    • Concluir o curso de direito processual civil EAD  até o final de dezembro de 2016 (10% concluído até agora) - não ok
      • Assistir ao menos 4 aulas por final de semana - não ok
    • Revisar os cadernos do ano de 2016, até o dia 31 de janeiro de 2017 - não ok
      • Começar, aos finais de semana, pelos cadernos já terminados - não ok
  • Metas no trabalho:
    • Começar a ministrar aulas de direito, até o julho de 2017 DESISTI (leia aqui)
    • Manter o nível alto de produtividade, aumentando sempre a qualidade - OK
      • entregar os trabalhos em até 3 dias (a legislação me dá 15 dias de prazo), sendo que os mais simples não devem ultrapassar 2 dias - OK
  •  Metas pessoais:
    • Preparar uma refeição para toda família, todos os meses - Parcialmente OK, fiz bimestralmente
    • Separar roupas para doação duas vezes ao ano - OK
    • Ler 4 livros de outros assuntos por ano (sem ser de concurso público) - Não OK


E as metas para 2017?


  • Estudos:
    • Terminar todas as aulas do curso até o final de dezembro, a fim de que no próximo ano possa prosseguir estudando pelo material que "eu montei";
    • Colocar toda a matéria em dia até 15/08, pois as matérias estão atrasadas. Além de ficar defasado em termos de conhecimento, pagar pra não assistir aula é perder dinheiro. E fere a regra nº 1 de Buffet: "Nunca perca dinheiro".
  • Trabalho:
    • Manter o desempenho atual.
  • Pessoal:
    • Realizar uma viagem a dois, pq será um momento importante entre eu e a minha senhorita; OK
    • Manter a frequência de exercícios físicos - mínimo 4x semana, afinal a saúde precisa melhorar; (JUN; JUL= OK)
    • Levar marmita para o trabalho ao menos 9 de cada 10 dias úteis: economia de $ e melhora na saúde; (JUN;JUL = OK)
    • Reduzir o peso em 6 Kg (na verdade me preocupo com o "panceps", o peso é mera referência). (Jun = -2; JUL =0)

6 comentários:

  1. Olá, FPI!

    Muito boas as suas metas, algumas parecem bem tranquilas como levar marmita para o trabalho, até porque ela pode ajudar o processo de emagrecer. Exercícios pelo menos 4x por semana eu tenho feito também e tenho gostado porque boto meus podcasts em dia.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A de levar marmita para o trabalho nem sempre é tão simples, pois as vezes os amigos precisam sair pra conversar... É preciso fazer um social também!
      Essa semana consegui faltar os 5 dias na Academia. Mas semana que vem tamo ai! kkkkk
      Vou começar a colocar podcasts em dia no trajeto pro trabalho.

      Abc

      Excluir
  2. Olá, bom dia :)

    Vim parar neste blog por acaso. Também sou funcionária pública e nunca investi na vida... Na realidade, desde que comecei a trabalhar como servidora pública consegui realizar dois sonhos: fazer uma viagem pela américa latina e quitar meu carro 0km.
    Consigo poupar cerca de R$ 1600,00 todos os meses, sendo que estou meio sem ideia por onde começar. Sou verde nesta área. Penso numa meta de longo prazo (em 30 anos, a aposentadoria), médio prazo (em 8 anos, a casa própria) e curto prazo (em 1 ano, viagem para os EUA).
    Você teria dicas para uma iniciante? Estou atraída pelo 150% do CDI ou Selic +7,5%. Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, vamos lá.
      Vamos começar pelo final, claro.
      A julgar dois investimentos com o mesmo risco, iria de Selic + 7,5%, em razão da queda da taxa de juros, junto com Selic e CDI.
      Agora essa taxa de 150% tá bem acima do mercado, é bom ficar de olho na instituição em que irá colocar seu rico dinheirinho. Dê uma olhada nos dados do banco data.
      É bom saber mais sobre os exatos produtos em que está em dúvida.

      Para uma meta a longo prazo de aposentadoria, equilibraria entre renda variável e renda fixa. Por certo começará aos poucos, mas aproveite bastante o tempo para ir estudando e entendo como funcionam os investimentos, não tenha pressa, você tem tempo. Comece lembrando da regra nº 1 de Warren Buffett: "não perca dinheiro".

      Não sei se você tem um colchão de segurança, mas mesmo nós que somos funcionários públicos devemos ter. Recomendo um maior do que o que eu tenho. Algo como 6 meses de suas despesas, daqui um tempo aumente para 8 ou 12.
      Inicialmente coloque na poupança mesmo, ou em um CDB com liquidez diária. Eu tenho um CDB com liquidez diária, e deixo um pequeno valor por dia a dia na poupança (https://funcionariopublicoinvestidor.blogspot.com.br/p/carteira.html).

      Construído esse colchão de segurança, você reforça os investimentos, pois caso ocorra alguma emergência, você não precisa mexer nesses investimentos, já que os juros compostos precisam de tempo para darem resultados.

      Paralelamente a montar seu colchão de segurança, economize para sua viagem. Lembre-se dos impostos nos investimentos e de que a renda variável, varia (não diga, kkk). Assim, pode ser mais conveniente juntar esse dinheiro num LCA/LCI, desde que o vencimento seja dentro do prazo coincida com o uso do dinheiro, ou na própria poupança (o que eu faria).
      Ah, pesquise também a opção de adquirir as passagens por meio de milhas aéreas, pode ser vantajoso.

      A casa em 8 anos, eu colocaria um pouquinho em FII (fundos imobiliários) e/ou ações, e uma parte em Tesouro Direto, pois os juros também maturarão com o tempo. Hoje temos TD a 5,64 + IPCA (com vencimento em 2035) - veja mais em http://tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto-precos-e-taxas-dos-títulos.
      Nesse caso vai depender do valor da casa que pretende comprar.
      A considerar a rentabilidade real desses títulos (4,75% ao ano), aplicando R$ 1.000 ao mês, em 15 anos vc tem mais de R$ 260 mil, em 10 anos, pouco mais de R$ 153 mil e em 8 anos, aproximadamente R$ 116,5 mil.

      Comece a poupar para sua casa, mas, nesse meio tempo, aproveite para estudar mais sobre alugar ou comprar uma casa. Há vários pontos de vista, cada um com seus prós e contras. A depender de sua renda, você poderá se beneficiar de algum incentivo do governo, o que torna a compra interessante, sob o ponto de vista financeiro.

      Se você quiser acumular dinheiro suficiente para se aposentar em 30 anos, independentemente da previdência pública (o que eu recomendo), você precisa poupar aproximadamente 20% da sua renda anual (só para este fim).

      Bem, sobre poupar R$ 1.600,00, pode ser muito bom ou pode ser uma pequena quantia, isso depende de qual o seu salário líquido.
      Se quiser, pode me mandar mais informações pelo email fpinvestidor@gmail.com

      Abc

      Excluir
  3. Boa tarde, tenho 17 anos, sou bastante leigo no assunto, mas vejo que você é bem inteligente e admiro muito isso. Gostaria de algumas repostas e de adquirir conhecimentos como você faz ao longo de sua vida. Pode me ajudar nessa jornada? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claro, pode escrever aqui no blog, ou enviar um e-mail
      fpinvestidor(arroba)gmail(ponto)com

      Excluir