domingo, 9 de outubro de 2016

Economize ao comprar um carro [DICA]


Caros amigos e leitores da blogsfera, todos sabemos que em regra, carro não é um ativo, salvo se ele te gerar renda - comprar para revender, locar, etc -, quando, então, você poderá "considerá-lo" como tal.

Esse ponto é bastante conhecido por vocês, vamos nos lembrar que há muitos mitos sobre os carros: ouvimos que "carro bom é zero km", "carro com mais de três anos é bomba", "você tem que trocar de carro a cada três anos para não perder muito dinheiro", etc, etc, etc...

A primeiríssima coisa a se fazer pra economizar ao comprar um carro é derrubar esses mitos!

É bom sim ter carro zero km, claro. É bom pro seu ego, é bom pra mostrar pros outros, mas ele ferra com teu orçamento! SEMPRE!

O carro zero km desvaloriza a uma média de 20% no primeiro ano! Nos dois anos seguintes, entre 10 a 15% ao ano.
Se, e somente se, o carro não der nenhuma manutenção no primeiro ano, você já perdeu 20%.
- Ah FPI, mas eu usei o carro, desfrutei, viajei, blá, blá, blá... Certo, mas isso vocÊ poderia fazer com outro carro que não fosse 0 Km e estivesse em boas condições.
Lembre-se: Com carro você sempre perde. Perca menos! ECONOMIZE!
 
Se você trocar de carro a cada três anos, ignorando-se a inflação, você perdeu entre 35 e 50% do valor do carro. Sim, você leu certo. Vou ilustrar com uma tabela com 5 modelos de automóveis que eu escolhi de forma completamente aleatória.

Fonte: FIPE

Vejam que as diferenças em valores são muito significativas. Se você não quiser um Fiat Bravo 0 km e optar com um 2016 (!), de alguém que comprou e não gostou, são quase R$ 15.000,00 a mais no bolso! O mesmo se daria com uma Ford EcoSport.
E se você optar por não ficar com um Corolla 0 km, mas sim com um de 2013 (com design diferente sim, mas veja, estamos falando do mesmo modelo, ALTIS, o top disponível no Brasil), você terá quase R$ 43.000,00 a mais na sua conta bancária pra investir.
OBS: algumas montadoras já estão oferecendo o modelo 2017 (! COMO ?!??! HAHAHA).

Esses percentuais são com base na tabela anterior



Ao comprar uma EcoSport de 2013 e não uma zero, 40% da grana ficará pra você; um Jetta, são 42%, e assim vai. Observem que ao comprar um Palio, carro mais simples, mais próximo à realidade da maioria, se você comprar um 2015 (do ano passado... tá novo ainda) você economizou quase 25% !

Vale dizer que nos demais anos, a queda é menos acentuada.

Além disso, um carro novo, semi-novo, ou usado, se comparado ao 0 km, o seguro é mais barato, as manutenções não precisam ser realizadas na concessionária, alguns acessórios passam a valer a pena pelo tempo que você os utilizará, diminuem as chances de você ser roubado, entre outras coisas.


Quanto ao carro precisar ou não de manutenção, isso é relativo.
Você pode ter azar de quebrar algo que não estava na garantia, pode sofrer um acidente (e nem todo mundo que tem carro zero contrata seguro - tá é idiotice, eu sei, mas são os outros, não eu... Afinal, não compro mais carro 0 km),  entre outras coisas.
O carro é um conjunto mecânico quase em sua totalidade, o que implica dizer que terá desgastes, falhas, etc. Contudo, não se engane, a manutenção preventiva evita muitas dores de cabeça, é sério, se você ainda não sabia, anote isso.
Tenha um mecânico de confiança (não me pergunte como arrumar um, eu não sei, apenas tive sorte... aproveitei um que presta serviços pra família há anos) e antes (leia novamente, ANTES) de comprar um carro usado, leve pra ele dar uma boa olhada; ao fechar negócio, leve pra ele trocar todos os fluidos e filtros (simplesmente troque e pronto!) e faça uma revisão de todo o mais, incluindo freio, regulagens, bateria, ...
Tivemos um carro que ficou conosco por 14 anos, esse valeu ter comprado zero km. Durante esse tempo, nunca (sim, nunca) nos deixou na rua. Foi vendido pra um familiar há três anos e nunca os deixou na mão.
Ah! O carro zero km também requer manutenção preventiva (ou você acha que as concessionárias vinculam sua garantia às manutenções por mero capricho ?!)

E temais uma coisa, ao trocar de carro, você paga tributos, o que nunca é desejado. Então evite gerar a necessidade de pagar tributos, sempre (investimentos isentos, produtos com isenção e não fique comprando e vendendo imóveis/carros sem planejar adequadamente)
NOTA: pague seus tributos. Eu não concordo com muitos deles, nem com a destinação dada (seja por força de lei ou não), mas eu vivo no Brasil e devo cumprir as leis daqui. Não adianta você reclamar de corrupção e ter uma atitude assim.

Geralmente o carro zero km é mais silencioso que um com 8 anos de uso. Isso é natural, desde que consideremos, por exemplo, dois corollas de modelos equivalentes. Nesse caso você pode contratar um serviço de isolamento acústico (que custa a partir de R$ 500).

Bom, mitos derrubados, vamos lá.

Agora você precisa ser realista e pé no chão. Vale a pena conversar com amigos e familiares que sejam analíticos e realistas, pedindo-lhes ajuda (e mesmo uma galera da blogosfera de finanças, em regra terão boa vontade em ajudar). Pense qual a sua real necessidade.

Você é solteiro? Casado? Viaja muito de carro?

Agora é tudo uma questão de adequação.

Visto sua necessidade, olhe agora para a sua disponibilidade financeira. Quanto você vai pagar pelo seu carro. Cuidado com empréstimos. Geralmente ao final você compraria 2 veículos iguais ao seu... se bem que até terminar de pagar, bem, dá pra comprar 3.

Se você for funcionário público, talvez (dependendo da sua realidade) você possa pagar algumas parcelas (desde que seu dinheiro investido renda mais do que o juros que lhe é cobrado, o que eu duvido). Do contrário, não!

Mas FPI, quem não parcela nunca compra... MENTIRA. Compre algo que esteja dentro da sua realidade. Tem R$ 15.000, você pode adquirir um corolla 2000, com ar condicionado, vidros elétricos e tudo mais; tem R$ 10.000, compre um carro que se possa pagar com esse valor (fiat uno mille, por exemplo).

Antes de fechar negócio, cote o seguro, se for o caso.

Bem, a depender do quanto você tem, pense agora (SOMENTE AGORA) nos seus desejos e sonhos, não esquecendo que todo carro tem um custo ALTO para manter!

Com o valor de até R$ 50 mil, por exemplo, você pode comprar o City 2013, ou um corolla 2011 ou 2012 automático, um cruze 2012, ou até mesmo uns carros mais chamativos como veloster, BMW 120i, audi A3 ou Mercedez C180 ou Subaru Impreza 4x4 (minhas restrições em relação a esses últimos carros são os demais custos, que não a aquisição).

Também não se esqueça de olhar os fóruns das pessoas fãs por aquele modelo de carro. Foi assim que descobri, por exemplo, que o Subaru tem um problema crônico de empenar os discos de freio (e a troca custa R$ 800,00, mais ou menos).

Sim, fazer isso tudo dá trabalho, mas estou certo que custará menos do que fazer uma compra impensada e impulsiva.

10 comentários:

  1. Fala FPI!

    Concordo plenamente. Venho economizando muito andando num carro mais antigo, e no desejo de trocar por um mais novo, me vem em mente um carro usado, com certeza. Carro zero, nunca mais.

    Não sabia deste problema do carro Subaru, durante um tempo tive vontade de comprar um Impreza, se não me engano.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o carro é incrível! Pena que tem esse problema cara.
      Daqui uns longos anos penso numa mercedes, já que na Europa, os taxistas as compram porque passam de 1 milhão de quilômetros sem darem problemas no motor ou câmbio!
      Fiquei impressionado!

      Excluir
  2. Caramba, não sabia desse problema dos carros Subaru, e olha que é uma marca bem conhecida pela resistência e robustez.

    E carro zero é furada em nosso país. Não vale a pena, não mesmo. Se fosse nos EUA, bom, seria tranquilo, visto que, além deles ganharem mais do que nós, os preços dos automóveis, lá, são "mais reais" e os nossos "mais mentirosos", se é que me entende.

    Eu, por enquanto, não comprarei carro, só quando casar (e se a esposa não se importar... não compro, rs). Estou me virando bem com Uber, bicicleta e ônibus (ainda bem que o meu não vem cheio!).

    Gostei desse seu post, é legal quando os blogueiros da finansfera falam de vários assuntos (sem serem assuntos apelativos, como putarias ou coisa do tipo).

    Abraço e foco nos aportes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Anônimo!
      Os preços aqui são mesmo fora da realidade. Mesmo lá são caros, mas muito mais justo do que no Brasil.

      Tenho amigos e conhecidos q nao pretendem ter carro, ao menos nos proximos anos. Tudo tem seu lado bom. Os aportes agradecem.

      Excluir
  3. Post de utilidade pública. Parabéns!
    Depois dá uma olhada neste meu post...
    http://abacusliquid.com/consumidor/prisma-2015-preco/
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Já visitei! Excelente post o seu tb!

      Muito grato pelo elogio!
      Abc

      Excluir
  4. estou tentando comprar um zero mais somente porque tenho desconto IPI ICMS senão era leilão na certa kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SM, cuidado com leilão. É ótimo pra quem conhece da arte. O IPI e ICMS correspondem a um bom valor do carro. Pode ser q assim valha comprar 0 km. No mais, veja q algumas montadoras estão com entrada (uns 60%, geralmente) e o saldo em 24x "sem juros" (mas tem umas taxas, as quais devem somar uns 1mil reais). A Ford está com essa promoção, a Honda tb faz, acho q já vi a chevrolet tb fazendo.
      Outro ponto legal é buscar pelo modelo anterior, ainda q zero km, mas antes de um facelift. Isso dá uma derrubada no preço.

      Excluir
  5. Cara comprei um zero em 2014 e por incrível que pareça os matrixianos já estão me questionando quando vou trocar, kkkkk, dei um lance num consorcio e até agora paguei 26 prestações de um total de 64 e já querem saber qdo vou trocar, nem paguei ainda, kkkkk, carro tá zerado cheirando a novo, no minimo 6 anos com ele e olhe lá.....te add no meu blogrol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! É assim mesmo.
      Pra quem "precisa" do carro, mas não tem como pagar a vista, o consórcio pode ser uma saída... É caro, mas ainda assim mais barato que o financiamento tradicional... Realmente a galera tem essa mania de sair trocando de carro a todo o tempo. Muito disso é por causa dos mitos que eu falei ai em cima!

      Excluir